A aliança que escolhemos viver


Em Galatas 4:24-31 ,  a Bíblia fala sobre duas alianças descrevendo duas formas de vivemos.

Quais são elas ?
O primeiro modo que escolhemos viver é pelas obras da nossa própria carne. Cuidamos de nós mesmos; fazemos planos a nosso bel-prazer e nos esforçamos para fazer com que as coisas aconteçam do nosso jeito, no nosso tempo.
Esta é a maneira "normal" como a maioria das pessoas vive. É uma forma de vida que gera todo tipo de infelicidade. Nós nos esforçamos, nos frustamos, fracassamos e , na maioria das vezes, terminamos cansados e esgotados. Ficamos confusos e derrotados, e não temos paz nem alegria.
O segundo modo pelo qual podemos viver é sobrenaturalmente, pelo poder de Deus. Vivemos por fé , confiando que Deus fará o que precisa ser feito em nossas vidas.Este modo é descrito na Bíblia como um novo e vivo caminho ( Hebreus 10:20). Este novo caminho produz paz,alegria,tranqüilidade e sucesso.
Gálatas 3:16 se refere a Jesus Cristo como o "descendente" de Abraão. Algumas versões dizem que Cristo é a "semente" de Abraão, um sinônimo para a palavra descendente. Gosto desse sinônimo, pois significa que se eu tenho a semente posso ter uma colheita.
Jesus é a semente de tudo de bom que Deus deseja que tenhamos. Deus planta a Semente, mas ela precisa ser cultivada, alimentada, regada e cuidada. O solo onde ela está plantada deve ser mantido arado e livre de ervas daninhas.
O nosso coração e a nossa vida são o solo. Tudo que precisa ser mudado ou removido não é feito de uma vez só. Há um grande trabalho a ser feito e somente o Espírito Santo sabe o "quando" e o "como" adequados. À medida que Ele trata conosco sobre certas questões, devemos submeter-lhE nossas vontades, o que significa submeter à carne à liderança do Espírito. Isto não é nada fácil, mas definitivamente vale à pena. É difícil passar por mudanças, mas permanecer em cativeiro é ainda mais difícil.

Galatas 3:28 ensina que " todos são um em Cristo Jesus". Porém , desde o principio dos tempos , Satanás tem fortalecido a prática venenosa do preconceito entre raças ou grupos de pessoas. A maioria das guerras nasceu da discriminação e do ódio. O Holocausto teve sua origem nesse mesmo veneno, assim como a escravidão. Até mesmo muitas religiões odiaram-se entre si e permitiram que o espírito de orgulho enchesse seus corações.
O ódio existe desde o príncipio da humanidade. O filho de Adão , Caim, odiou tanto seu rimão Abel que o matou( Gn 4: 2-8), e parece que desde então o ódio nunca mais deixou de existir. Odiar as pessoas é um trabalho árduo, que mata tudo de bom que existe na vida.
Você e eu podemos não concordar com tudo que alguém crê ou faz  , mas não temos o direito de o diar essa pessoa por causa disso, e certamente não devemos maltratá-la.
Deus odeia o pecado, mas Ele ama cada pecador. Ele odeia a teimosia e a rebelião, mas ainda assim ama a pessoa que é teimosa e rebelde. Ele não nos disse que temos de aprovar as crenças, mas disse que deveríamos amar cada um deles.

Faça a sua parte
Antes que possamos usufruir qualquer vitória real sobre o pecado e experimentemos uma mudança em nosso comportamento, precisamos aprender que somente Deus pode nos  transformar( Galatas 3: 2-5). não podemos aperfeiçoar a nós mesmos e , quando tentamos fazer isso , não conseguimos nada além de muita frustação. Deus nos chamou para a perfeição e nos deu corações perfeitos. Mas o exercício dessa perfeição é um processo que requer fé, paciência e tempço. Quando enfrentamos a verdade , admitirmos as nossas faltas e colocarmos a nossa fé em Deus para nos transformar, veremos resultados, mas devemos confiar no tempo dEle. As coisas nem sempre acontecem quando achamos que elas deveriam acontecer.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As aflições da alma

Alegria da salvação

Não despreze as profecias e os profetas

Os propósitos de Deus

Destronando o espírito de Dalila

A bondade de Deus

Um resumo do Hino Nacional

Deus do Impossível