A ingratidão

O recado de Deus para o povo de Israel antes de tomar posse da Terra Prometida é também um recado de Deus para a humanidade hoje.

Depois que tiverem comido até ficarem satisfeitos, louvem ao Senhor, o seu Deus, pela boa terra que lhe deu.
Tenham o cuidado de não se esquecer do Senhor, do seu Deus, deixando de obedecer aos seus mandamentos, às suas ordenanças e aos seus decretos que hoje lhes ordeno.
Deuteronômio 8:10,11
Não aconteça que, depois de terem comido até ficarem satisfeitos, de terem construído boas casas e nelas morado,
de aumentarem os seus rebanhos, a sua prata e o seu ouro, e todos os seus bens,
o seu coração fique orgulhoso e vocês se esqueçam do Senhor, do seu Deus, que os tirou do Egito, da terra da escravidão.
Ele os conduziu pelo imenso e pavoroso deserto, por aquela terra seca e sem água, de serpentes e escorpiões venenosos. Ele tirou água da rocha para vocês,
e o sustentou no deserto com maná, que os seus antepassados não conheciam, para humilhá-los e prová-los, a fim de que tudo fosse bem com vocês.
Não digam, pois, em seu coração: "A minha capacidade e a força das minhas mãos ajuntaram para mim toda esta riqueza".
Mas, lembrem-se do Senhor, do seu Deus, pois é ele que lhes dá a capacidade de produzir riqueza, confirmando a aliança que jurou aos seus antepassados, conforme hoje se vê.
Deuteronômio 8:12-18

Quando recebe a benção de Deus e o milagre é realizado devemos sempre nos lembrar do Senhor e agradecê-lo não só com palavras, mas com a nossa vida honrando-O com atitudes de obediência e temor a Ele.
A ingratidão é a arma dos que não conhecem a Deus e são ímpios, pois quem serve a Deus é grato e humilde. A ingratidão traz e denuncia um coração orgulhoso, incrédulo, leviano e facilmente esquece a Deus, pois O vê como moeda de troca e seu mordomo, e não como Deus amigo, Poderoso e Soberano, o seu Deus, Senhor, Salvador. Quando sobrevive uma guerra ou vence algo na vida não vê Deus como o constituinte de tudo, mas como desnecessário afirmar, devido crer que foi a sua capacidade e não Deus, a sua força, o seu empenho, o seu pensamento positivo, o seu poder de influência, beleza ou conhecimento, embora afirme ou não as atitudes sempre comprovam.
Pois quando recebe alguma benção da parte de Deus facilmente se corrompe, nem O busca mais, culpa os servos de Deus e vê defeito em tudo, prostitui-se com o mundo e não quer servi-lo, mas sim as riquezas. Lembre-se do recado de Deus: É Ele que lhes dá capacidade de produzir riqueza (versículo 18)
Seja grato isso é essencial na vida!
Não seja somente grato a Deus, mas também as pessoas que Ele colocou na sua história, no seu caminho para somar contigo seja em alguma fase da sua vida e demonstre gratidão. Não somente com palavras, mas em fatos e de verdade. Lembrando sempre que é Deus quem dá a vitória e sirva-o em gratidão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As aflições da alma

Alegria da salvação

Não despreze as profecias e os profetas

Os propósitos de Deus

Destronando o espírito de Dalila

A bondade de Deus

Um resumo do Hino Nacional

Deus do Impossível