Poesia ao solitário , ao desviado , ao filho pródigo

Olá , hoje quero compartilhar uma poesia aos solitários, aflitos, desviados , sobretudo, ao filho pródigo que está longe da casa do Pai.

Há quanto tempo

Por Rebeca Magalhães


Há quanto tempo você não sorri
Há quanto tempo você não procura ser feliz
Há quanto tempo que você não tem tempo
Tempo ...

Pra ser quem realmente tu és
Pra procurar a tua essência
Pra ver o reflexo do seu rosto no espelho e ter orgulho de você

Há quanto tempo você não se reúne em família para cativar o amor
Há quanto tempo você deixou escapar a felicidade dos seus braços
Há quanto tempo você guarda sentimentos e palavras que poderiam ser ditos , mas por vergonha se calou
Há quanto tempo você se fechou 
Não chorou ...

A dor que afligia a sua alma
As circunstâncias difíceis da vida e se trancou
As pancadas bruscas que tomou 
As topadas que deu quando se deparou com os obstáculos incrivelmente intransponíveis

Há quanto tempo você deixou 
De amar
De ouvir
De escutar
De sentir
De falar
De ter paz
De chorar
De se alegrar
De ser feliz

Há quanto tempo você deixou de falar com Deus
Há quanto tempo você disse : Não a oração!
Há quanto tempo você decidiu se esconder
Há quanto tempo você anda sozinho
Há quanto tempo você recusou o amor
Há quanto tempo você anda sobre a dor
Há quanto tempo você não procura a Deus
Há quanto tempo você se acomodou
Há quanto tempo a sua vida parou

Deus é o Senhor do Tempo
Mas quem dirige o andar dos seus pés são as Tuas escolhas
Deus ensina a dirigir
Mas quem puxa o freio de mão e a seta é você
Quem dirige os seus passos são as suas escolhas
E quando escolhes o mal
A consequencia virá
Mas quando entenderes que o controle de Tudo está nas mãos de Deus
E confiar no Tempo Dele
E obedecer ao Senhor irás vencer!

Há quanto tempo você já deveria ter largado essa maneira de viver vã!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As aflições da alma

Não despreze as profecias e os profetas

Alegria da salvação

Destronando o espírito de Dalila

Os propósitos de Deus

A bondade de Deus

Deus do Impossível

Um resumo do Hino Nacional